5 Estratégias Para Diminuir A Ansiedade Das Crianças

A pior parte da ansiedade é ter ansiedade sobre a própria ansiedade.

A metáfora de uma bola de neve rolando morro abaixo é uma que eu uso para ilustrar como a ansiedade sem controle cresce rapidamente.

As crianças podem aprender a lidar com a ansiedade aprendendo duas habilidades cruciais: Acalmando-se e Resolvendo Problemas.

A ansiedade crescente nas crianças pode ser expressa como um comportamento desafiador.

Saber como ajudar seu filho a lidar com a ansiedade pode ajudar bastante a se comportar melhor.

Abaixo estão mais cinco das técnicas que utilizo na minha prática com crianças e seus pais para ajudar as crianças a gerenciar a ansiedade: 

  1. Respirar com eles.

Uma maneira de ajudar seu filho a controlar a ansiedade é incentivar a respiração lenta e profunda.

Você pode ajudar seu filho a praticar isso, fazendo-o imaginar o ar entrando pelo nariz, pela traqueia e pela barriga.

Existem aplicativos maravilhosos e vídeos do YouTube que você pode pesquisar para mostrar como fazer essa respiração diafragmática (eu a apresento como “respiração abdominal” para crianças).

Também mostro às crianças uma foto de um tigre com dente de sabre e explico como nosso mecanismo de luta ou fuga nos dias atuais funciona da mesma forma como se estivéssemos vendo um dente de sabre há muito tempo.

Veja também: 10 Dicas Para Corrigir Seu Filho Ansioso

Outra maneira de relaxar é tencionar e relaxar alternadamente os músculos.

  • Ajudar as crianças a se livrarem dos PNAs (pensamentos negativos automáticos).

Eu faço as crianças desenharem formigas para tornar este exercício divertido.

Depois, ajudo-as a falar, escrever ou desenhar formigas com pensamentos negativos.

As PNAs típicos podem ser: “Nada acontece do meu jeito”, “sou um perdedor porque todo mundo pensa que sou” ou “sou um fracasso”.

Alterando os pensamentos inúteis para pensamentos mais úteis e positivos, por exemplo, dizendo ou pensando: “Se eu continuar praticando, melhorarei” ou “Mesmo que eu cometa um erro, posso aprender e fazer melhor da próxima vez”, os níveis de ansiedade da criança serão reduzidos.

  • Usar estratégias de exposição.

Uso uma estratégia chamada Exposição Introceptiva.

Por exemplo, para uma criança que relata falta de ar devido à ansiedade, posso pedir que ela se sente com os pais e prenda a respiração.

O objetivo é que a criança aprenda que os sintomas físicos podem ser sentidos sem a ansiedade e o pânico.

Veja também: 12 Dicas Para Reduzir O Estresse E A Ansiedade Do Seu Filho

Seguindo o espírito de exposição ser muito melhor para ajudar a ansiedade do que evitar, é imperativo que os pais permaneçam amorosos e firmes em incentivar seus filhos a enfrentar e trabalhar com seus medos.

  • Orientar a criança com visualizações calmantes.

Ajude seu filho a imaginar um lugar relaxante e a perceber os sentimentos calmos de seu corpo.

Ou peça-lhe que imagine um recipiente (como uma caixa grande ou um cofre) para colocar suas preocupações para que elas não fiquem loucas em sua mente e o incomode quando ele quer fazer outras coisas.

  • Incentive a criança a fazer uma lista de “coisas que deram certo hoje” no final do dia escolar.

Isso ajuda as crianças propensas à ansiedade a desenvolver um estilo cognitivo otimista.

Isso pode ser transformado em um Diário de Sucesso.

Para preocupações mais envolvidas e persistentes relacionadas à ansiedade, consulte um profissional de saúde mental qualificado.

Sobre o Autor: André Coelho é Psicólogo e Escritor para o departamento de estresse e ansiedade do portal Auto Ajuda Em foco e faz parte do Auto Ajuda Em Foco desde 2012. André trabalhou tratando indivíduos com transtornos da ansiedade, fobias e estresse pós-traumático por mais de 6 anos.

0 comments… add one

Leave a Comment