Como Parar De Ranger Os Dentes (Bruxismo)

Você pode não estar acostumado com o termo “bruxismo”, mas você com certeza está acostumado com o comportamento.

Bruxismo significa ranger, apertar os dentes.

Muitas pessoas fazem isso sem perceber.

De fato, a maioria das pessoas fazem isso dormindo, o que é chamado de bruxismo do sono.

Saber o nome não importa, o importante é entender as consequências do bruxismo e como isso pode prejudicar a saúde dos seus dentes.

Apesar de não existir cura para o bruxismo, existem maneiras de prevenir o ranger dos dentes.

Continue lendo para aprender mais sobre essa condição e como você pode diminuir e tratar o bruxismo.

O Que É Bruxismo?

Bruxismo é um termo amplo usado para englobar um certo número de comportamentos, incluindo:

  1. Ranger os dentes;
  2. Ralar os dentes;
  3. Apertar os dentes;
  4. Qualquer um dos comportamentos acima durante o sono.

As causas do bruxismo são várias, incluindo altos níveis de estresse e mordida desalinhada.

Se o seu bruxismo parece ficar cada vez mais grave, considere isso: o masseter, o músculo da bochecha que nos ajuda a mastigar, é um dos músculos mais fortes do corpo todo.

Pesquisadores dizem que esse músculo pode exercer até 350 quilos de força nos dentes molares, no fundo da boca.

É um músculo muito forte e pode causar um grande impacto na mandíbula e na saúde da boca.

Quantas Pessoas Tem Bruxismo?

Bruxismo não é uma condição muito comum, apesar de haver divergências sobre a quantidade de pessoas que possuem bruxismo.

De acordo com um estudo, um em cada três pessoas sofrem de bruxismo, mas outro estudo coloca um número bem mais baixo, em cerca de 8% da população.

A condição pode variar na gravidade, passando de apertar os dentes de vez em quando até esmagar os dentes completamente.

Um pequeno número de pessoas, cerca de 10% das pessoas que sofrem de bruxismo, rangem os dentes tanto que os dentes diminuem de tamanho, e eventualmente essas pessoas precisam passar por cirurgia de reconstrução dos dentes.

Bruxismo pode ir embora e aparecer várias vezes no decorrer da vida.

Enquanto as crianças representam 15% do bruxismo, esse número diminui para apenas 3% nos idosos.

O bruxismo é geralmente uma complicação de outra condição.

Um coquetel de medicamentos, tais como remédios para ansiedade, por exemplo, tem efeitos colaterais que incluem apertar os dentes involuntariamente e outros tipos de bruxismo.

Veja também: Ansiedade Sintomas: Mais de 100 Sintomas da Ansiedade

Ranger Os Dentes É Prejudicial?

Não existe dúvidas de que ranger os dentes pode produzir efeitos prejudiciais.

Aqui vai uma lista de consequências em potencial:

Os Efeitos Do Bruxismo.

Ranger os dentes pode provocar pequenos incômodos e até problemas mais sérios que exige a atenção de um dentista especializado.

A grande preocupação entre os dentistas é que o bruxismo produz um efeito acumulativo: o problema não é ficar apertando o ralando os dentes um dia, o problema são anos nesse comportamento que destrói os dentes, provocando a necessidade de um tratamento dental mais sério.

Efeitos colaterais incluem:

  1. Afrouxamento dos dentes. Os dentes desprendem da gengiva.
  2. Perda do dente.
  3. Fratura nos dentes.
  4. Diminuição do esmalte dos dentes.
  5. Diminuição da gengiva.
  6. Dores na mandíbula.
  7. Dores de cabeça recorrentes.
  8. Dor nos dentes.
  9. Desenvolvimento de transtornos na mandíbula.

Um estudo descobru o que, enquanto o esmalte dos dentes de uma pessoa sem bruxismo tem erosão de cerca de 0,3 mm por década, pessoas com bruxismo podem perder até 0,2 mm em apenas alguns anos.

Os Efeitos Do Bruxismo.

O ato de ranger os dentes acontece frequentemente durante o sono, e existem várias doenças e transtornos relacionados ao comportamento de ranger os dentes, incluindo a apneia do sono.

Apneia é um transtorno crônico na qual o sono é interrompido por paradas no sistema respiratório.

Essas pausas podem durar mais de um minuto, geralmente é seguido por um sufocamento.

Essa condição não é muito diagnosticada porque muitas pessoas não se dão conta de que tem um problema.

Estudos descobriram altas taxas de bruxismo entre pessoas com a apneia do sono.

Quase 1/4 de pessoas que sofrem de apneia do sono também ranjem os dentes.

Dentes E Aperto Da Mandíbula.

O aperto dos dentes e da mandíbula ocorre quando você prende sua boca muito firme na mesma posição, e isso pode ter impacto nos músculos da mandíbula.

Esses músculos podem ficar cansados e dolorosos por causa do uso excessivo, e transtornos mais sérios podem aparecer no longo prazo.

Quem aperta muito os dentes e mandíbula involuntariamente geralmente desenvolvem dores de cabeça crônica por causa da tensão na mandíbula.

Isso está, na maior parte das vezes, associado ao estresse, mas também pode ser exacerbado pelo hábito de mastigar outras coisas, incluindo goma de mascar, lápis e canetas.

Quem sofre de bruxismo recebem a recomendação de evitar mascar chiclete ou evitar ficar obcecado em mastigar objetos que pioram os sintomas.

Articulação Temporomandibular.

A articulação temporomandibular conecta seu crânio com os ossos da mandíbula.

É a partir da boca onde o bruxismo provoca o aperto, e isso pode levar a transtornos na articulação temporomandibular.

Nem todos esses transtornos são causados pelo bruxismo; artrite e lesões na mandíbula também podem levar a dores e sintomas crônicos.

O bruxismo é o principal culpado em muitos transtornos na articulação temporomandibular.

Os sintomas incluem:

  1. Uma dor no rosto ou na linha da mandíbula.
  2. Dores no ouvido ou perto do ouvido.
  3. Sensibilidade na mandíbula.
  4. Travamento da articulação, impedindo a abertura e fechamento da boca.
  5. Dor ao mastigar.
  6. Estalos ou chiadeira quando a boca é aberta.

Ainda não são muito claras as causas dos transtornos na articulação temporomandibular, mas os pesquisadores descobriram que mulheres entre 20 e 40 anos são as mais propensas a desenvolverem transtorno na articulação temporomandibular, apesar de não representarem um número desproporcional de pessoas que sofrem de bruxismo.

Porque As Pessoas Rangem Os Dentes?

Existe um número grande de causas físicas e mentais para pessoa começar a ranger os dentes.

Uma pessoa que nunca teve bruxismo pode desenvolver esse problema aos 40 anos, enquanto que uma criança pode ter bruxismo do sono e não ter mais depois que crescer.

Aqui vamos dar uma olhada nas causas por trás do ranger dos dentes.

Estresse E Ansiedade.

As pessoas desenvolvem condições repetitivas nervosas repetitivas em momentos de estresse extremo, isso é usado para aliviar um pouco da tensão.

Para alguns, isso envolve arrancar os cabelos, enquanto outras pessoas desenvolvem o hábito de roer as unhas.

Para muitas pessoas, o controlador da atenção é ranger os dentes.

De fato, estudos têm mostrado que até 70% do bruxismo é provocado pelo estresse.

Problemas no trabalho disparam essa ansiedade.

Uma pessoa com um bom escape para o estresse, como por exemplo exercícios físicos ou terapia, são menos propensas a desenvolverem bruxismo.

Médicos afirmam que o ranger dos dentes faz parte do mecanismo natural de luta ou fuga dentro do nosso corpo.

Quando nós estamos sob estresse, nossos ombros automaticamente arqueiam, nossa cabeça se move para frente e nossos dentes apertam.

A partir daí, um reflexo natural é ranger os dentes.

Personalidade Hiperativa.

Claro, sua personalidade também pode ser pré-disposta a ranger os dentes.

Pessoas hiperativas, incluindo pessoas com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, tem uma incidência maior de bruxismo do que a população em geral.

Motivos por trás da ligação entre hiperatividade e bruxismo incluem:

  1. Um excesso de energia nervosa que é liberada através do aperto dos dentes.
  2. Pessoas com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade costumam ter níveis maiores de estresse, uma causa comprovada do bruxismo.

O Ranger Dos Dentes Em Crianças.

Apesar de ser comum aparecer bruxismo em crianças com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, elas não são as únicas.

As crianças geralmente rangem, apertam ou ralam os dentes à noite, o que pode estar associado a um número de coisas, incluindo:

  1. Respiração pela boca à noite.
  2. Apneia do sono.
  3. Oclusão dental.
  4. Estresse.
  5. Gostar da sensação de ranger os dentes, o que acaba virando um hábito.
  6. Problemas psicológicos.

Como muitas crianças ainda tem dente de leite, ranger os dentes pode não ser um problema que o dentista aponta.

Mesmo quando a criança achatou seus dentes de leite depois de tanto ralar os dentes, esses dentes serão perdidos e os dentes permanentes vão aparecer.

Muitas crianças abandonam o bruxismo naturalmente com o passar dos anos e depois que sumir os problemas físicos e mentais da infância.

Ranger Dos Dentes E Seus Sintomas.

Existem uma infinidade de sintomas do bruxismo.

Eles podem incluir:

  1. Dentes achatados.
  2. Dores de ouvido.
  3. Dor de dente.
  4. Dor crônica na boca e na região do ouvido.
  5. Erosão do esmalte dos dentes.
  6. Estragos no lado de dentro das bochechas.
  7. Cortes na língua.
  8. Dentes sensíveis.
  9. Dor na mandíbula.
  10. Manchas nos dentes.

Vamos dar uma olhada mais profunda em três desses sintomas.

Dor na mandíbula.

A dor na mandíbula aparece depois de apertar e ralar os dentes com muita intensidade e frequência, o que coloca pressão excessiva nas articulações da mandíbula.

A dor na mandíbula pode ser exacerbada com o hábito de mascar chiclete ou comer alimentos duros.

Em casos extremos, um paciente pode recorrer a uma tala para a mandíbula, o que pode ajudar a aliviar a dor, mas talas não são a cura para o bruxismo; a dor na mandíbula geralmente volta depois que a tala é removida.

Dor de dente.

Talvez o sintoma mais óbvio e mais sério do ranger dos dentes é a dor de dente.

Não é difícil descobrir porque isso acontece.

Os dentes não foram construídos para aguentar a pressão extrema que a pessoa que sofre de bruxismo coloca neles.

Apertar os dentes coloca a mesma força que você iria precisar para quebrar uma castanha, e os dentes não vão continuar saudáveis no longo prazo se ficarem expostos a tanta pressão todos os dias.

Ranger pode levar a pequenas fissuras ou fratura no dente, o que causa dor ao mastigar.

Também pode desenvolver sensibilidade, porque o bruxismo corrói o esmalte que protege os dentes de temperaturas extremas, provocando dificuldade e dor na hora de comer.

Pontos de desgaste.

Pontos de desgaste são lugares no seus dentes onde o esmalte desgastou e a camada de baixo, que se chama dentina, começa a desaparecer também.

Os dentistas sempre procuram esses pontos de desgaste, porque eles são um indicador de bruxismo.

Os dentes podem ficar mais sensíveis quando esses pontos de desgaste aparecem, porque eles estão menos protegidos sem as camadas do esmalte.

Como Parar De Ranger Seus Dentes À Noite.

Depois de identificado o problema, o indivíduo geralmente vai querer saber como parar de ranger os dentes.

Não existe uma solução única, mas existem vários tratamentos e opções médicas que podem ajudar a administrar um problema, prevenindo maiores estragos nos dentes.

Veja também: 7 Tratamentos Naturais Para O Bruxismo

Tratamento Para O Bruxismo.

Existem duas formas de tratamento para o bruxismo.

Um tem foco nos sintomas do transtorno, enquanto o outro trata o transtorno em si, tentando diminuir a ocorrência dos sintomas.

Tratamentos para os sintomas do bruxismo tem o objetivo de aliviar a dor e desconforto incluem:

  1. Usar um pano molhado e quente na mandíbula.
  2. Massagear os músculos da mandíbula, do pescoço e do rosto para aliviar a tensão.
  3. Fisioterapia.
  4. Fazer exercícios para relaxar a mandíbula.
  5. Visitar um Quiroprático.
  6. Usar relaxantes musculares para relaxar a mandíbula.

Tratamentos para o bruxismo desenhados para reduzir os sintomas ou acabar com o transtorno de uma vez incluem:

  1. Reduzir o estresse.
  2. Beber mais água.
  3. Dormir mais e melhor.
  4. Não mascar chiclete ou outros objetos.
  5. Relaxamento consciente do rosto e da mandíbula no decorrer do dia.
  6. Comprar um molde protetor dos dentes.
  7. Evitar álcool, o que aumenta a vontade de apertar os dentes.
  8. Evitar cafeína, que deixa você tenso e estressado.

A solução mais popular e amplamente utilizada é o protetor de boca.

Protetores De Boca Noturnos.

São moldes personalizados feitos de silicone ou material mais duro que servem para proteger os dentes à noite.

A ideia é aceitar que a pessoa vai continuar a ranger ou apertar os dentes à noite, mas ao usar um protetor de boca, a pessoa pode evitar o estrago dos dentes, porque o protetor segura a pressão.

Existem dois tipos de protetores de boca noturnos.

O primeiro é um protetor personalizado feito por um dentista, que vai moldar sua boca e dentes para fazer o protetor.

Esse protetor não pode ser usado por mais ninguém, porque não vai servir.

Protetores noturnos personalizados é a escolha mais inteligente na hora de proteger contra o bruxismo, porque cada formato é feito especificamente para determinada circunstância.

Você também pode comprar um protetor de boca noturno na farmácia que não é personalizado.

Estes não são tão confortáveis, porque eles não foram desenhados especificamente para sua boca.

Mesmo assim, eles protegem os dentes de qualquer nível de bruxismo.

Alguns dentistas recomendam protetores noturnos até para pessoas que não estão atualmente sofrendo de bruxinha ismo, uma vez que estes protetores servem para qualquer tipo de trauma noturno.

Exercícios De Mandíbula.

Outra forma de tratar o bruxismo é fazer exercícios diários para a mandíbula.

Um fisioterapeuta ou Quiroprático pode recomendar exercícios mais especializados, mas existem alguns para começar que vão ajudar a relaxar e fortalecer sua mandíbula — faça esses exercícios de três às seis vezes, de duas a três vezes por dia:

  1. Use um pano molhado e quente na mandíbula.
  2. Coloque o polegar embaixo do seu queixo, abra e feche a boca, pressionando o queixo com o dedo.
  3. Coloque sua língua no céu da boca e abra e feche a boca.
  4. Coloque o dedo dentro da sua boca e deixe a mandíbula relaxar completamente.

Conclusão.

Não existe cura para o bruxismo, mas ele pode ser administrado.

Ao usar um protetor de boca personalizado, aplicar práticas de gerenciamento da dor e exercícios para fortalecer a mandíbula, quem sofre de bruxismo pode diminuir os sintomas e evitar grandes prejuízos para os dentes.

0 comentários… add one

Leave a Comment