Por Que Não Se Sinto Bem Quando Alguém Tem Sucesso?

“Se você não tem nada de bom para dizer sobre alguém, sente-se ao meu lado”. –Alice Roosevelt Longworth

Quase todo mundo conhece o sentimento: um amigo ou colega foi promovido, teve algum sucesso, agora tem uma casa maior ou está ganhando mais dinheiro e, em vez de se sentir feliz por eles, você está deprimido e com raiva – e parte de você realmente gostaria de ver eles fracassarem.

Você se sente constrangido com esses sentimentos invejosos; você não pode admiti-los para seus outros amigos e certamente não diria o alvo da inveja.

Dizem a você coisas do tipo “Não devemos nos sentir assim”.

Mas aí você tem esse sentimento, e isso o destrói.

Sua Mente Invejosa

Você se vê pensando:

  • Fulano e ciclano não merecem isso.
  • Eles acham que são superiores a mim.
  • Eles são superiores a mim.
  • Eu não suporto estar perto deles.
  • Espero que eles fracassem.

E daí você tem esses pensamentos sobre si mesmo:

  • Isso reflete como eu sou inferior.
  • Eu continuo ficando para trás.
  • As pessoas vão me olhar como se eu fosse um perdedor.
  • Eu poderia ter feito isso.

Então agora você pensa: “Que tipo de pessoa sou eu que não quero que outra pessoa tenha sucesso?” Você é uma pessoa normal, porque a inveja está em todo lugar.

Veja também: Como Controlar Suas Emoções Quando Estão Fora De Controle

Às vezes, as crianças que brincam em um jogo se sentem melhor se todos perdem do que se uma só criança vence, e os adultos podem se sentir da mesma maneira.

Muitas vezes temos dificuldade em não ser o vencedor.

Quando sentimos inveja, pensamos no mundo como um jogo de soma zero: se ela vencer, eu perco.

E parece que as recompensas são escassas.

3 Tipos De Inveja

1. Inveja Depressiva (“Me Sinto Um Perdedor Comparado A Ela”).

Quando alguém que você conhece se sai melhor do que você, muitas vezes parece que você é um perdedor, um fracasso ou inferior.

Você acha que o sucesso deles reflete seu fracasso.

2. Inveja Hostil (“Acho Que Ela Manipulou O Caminho”).

Como o sucesso da outra pessoa resultou no seu sentimento de que você não aguenta mais, você pode querer que ela fracasse.

Você gosta de ouvir sobre pessoas bem-sucedidas se divorciando, presas ou até sofrendo acidentes.

Schadenfreude é tentador, porque se a outra pessoa fracassar – após o sucesso – nos sentimos melhor sabendo que nós dois “perdemos”.

3. Inveja Benigna (“Isso É Impressionante”).

Este é um tipo neutro de inveja; você observa que outra pessoa teve sucesso e a admira e dá crédito pelo que fez.

A inveja benigna nos leva a prestar atenção no que a outra pessoa está fazendo – porque geralmente pensamos que podemos aprender alguma coisa.

Muitas pessoas experimentam inveja depressiva e hostil.

Por exemplo, um homem descreveu como se sentiu deprimido ao pensar em um colega que foi promovido.

Ele então reconheceu que também desejava que seu colega não continuasse com sucesso.

A Quem Invejamos?

Tendemos a invejar as pessoas com quem nos comparamos.

Seu grupo de comparação social é o grupo pelo qual você se mede; portanto, pode invejar um colega, um irmão, um colega de classe ou um de seus sogros.

Invejamos conquistas que pensamos serem possibilidades para nós – mas não sentimos confiança em alcançá-las.

Por exemplo, você pode não invejar alguém que ganha o Prêmio Nobel, porque eles estão fora do seu alcance, mas você inveja um colega de classe que foi promovido em seu campo compartilhado.

É mais provável que invejemos alguém quando pensamos que sua vantagem não é merecida, pois nossa inveja geralmente traz consigo o sentimento de injustiça.

Como A Inveja Nos Afeta?

Como mencionado anteriormente, a inveja geralmente nos leva a ficar deprimidos, ansiosos e zangados.

E refletimos sobre o que aconteceu.

Pensamentos típicos em nossa ruminação são: “Não acredito que ele foi promovido”; “Como isso pôde acontecer?”; e “Não consigo tirar isso da cabeça”.

Nós insistimos na injustiça ou no nosso senso de futilidade.

Evitamos ver a outra pessoa, porque isso nos lembra que estamos ficando para trás.

Nós reclamamos com outras pessoas sobre isso – talvez as alienando com queixas constantes ou, em alguns casos, formando alianças com outras pessoas igualmente invejosas.

Podemos até desistir de competir por completo, porque pensamos que isso apenas nos lembra nosso senso de fracasso ou nossa crença de que não podemos suportar a injustiça.

Como Posso Desafiar Meus Pensamentos Invejosos?

Só porque você tem pensamentos negativos não significa que você precisa acreditar neles.

A vantagem da terapia cognitiva é apresentar maneiras de pensar mais úteis, mais adaptáveis ​​e mais realistas.

Olhe para os pensamentos abaixo e veja se algum dos pensamentos automáticos negativos lhe é familiar.

Em seguida, observe os pensamentos racionais e adaptativos que podem ajudá-lo a superar sua inveja.

Pensamento automático: as pessoas acham que eu sou um fracassado porque ela é bem-sucedida.

Pensamento alternativo: eu não sei o que as pessoas estão pensando. Elas podem estar pensando na vida delas, e não sobre mim.

Pensamento automático: se ele teve sucesso, significa que o que eu faço não tem valor nenhum.

Pensamento alternativo: O sucesso dele em uma coisa específica não desconta as coisas boas que eu faço. Eu me envolvo em muitos comportamentos que são recompensadores e significativos. Isso não precisa ser um jogo em que todos perdem.

Pensamento automático: ele é um sucesso e eu sou um fracasso.

Pensamento alternativo: as pessoas são complicadas. Alguns comportamentos tem sucesso no momento e outros não tem. Não faz sentido rotularmos as pessoas como sucesso ou fracasso.

Pensamento automático: o sucesso dela reflete pessoalmente em mim.

Pensamento alternativo: o sucesso dela não tem nada a ver comigo. Meu comportamento, meus pensamentos e sentimentos são relevantes para mim, e não o que outra pessoa faz ou pensa.

Pensamento automático: me sinto péssimo por eles terem esse reconhecimento e eu não tenho.

Pensamento alternativo: não, é simplesmente uma coisa momentânea essa coisa de alguém estar nos holofotes. 

Pensamento automático: eu nunca vou conseguir ter sucesso.

Pensamento alternativo: sucesso é sobre um comportamento em um ponto no tempo. Você realmente acredita que nenhum dos seus esforços serão recompensados?

Pensamento automático: nada que eu faço funciona.

Pensamento alternativo: sério? Nada? Não existe algumas coisas que você já conquistou na vida? Coisas que foram significativas e recompensadoras?

0 comments… add one

Leave a Comment