Uma Cama Nova Vai Curar Minha Insônia?

Apesar do que você possa pensar, não há muita pesquisa bem controlada que tenha analisado como o tipo de colchão afeta a qualidade do sono.

A maioria dos estudos lá fora envolve pequenas amostras de pacientes completamente saudáveis ​​ou com dor.

Nas pesquisas realizadas, os resultados não são totalmente claros.

Alguns participantes preferem um colchão macio; outros acham uma superfície dura melhor para dormir.

Em essência, a pesquisa é inconclusiva e, por enquanto, enfatizamos que a preferência pessoal reina suprema.

O que sabemos, porém, é que uma pessoa tende a dormir bem quando é adequadamente condicionada (ao longo do tempo) a um ambiente.

Por exemplo, alguns andarilhos, campistas e mesmo aqueles de algumas culturas da selva tendem a dormir bem em uma esteira no chão, desde que durmam regularmente.

Eles se acostumaram a isso.

Veja também: 5 Formas De Curar A Insônia Para Implementar Hoje

O sono pode ser interrompido quando ocorrer uma mudança repentina no ambiente do sono, como ficar em um hotel ou na casa de um amigo.

Gosto de dizer aos meus pacientes que pensem em trocar de colchão se sentirem desconforto à noite.

Em nossa cultura, estamos mais dispostos a gastar milhares de reais em um carro novo, em vez de investir em um novo colchão.

A maioria das pessoas passa muito mais tempo dormindo do que dirigindo!

Considere a possibilidade de substituir o colchão se ele estiver muito duro, macio demais, afundar no meio, tiver molas para fora ou causar dor nas costas ou no pescoço ao acordar.

No entanto, se você tiver insônia crônica, o ambiente pode ser um fator agravante, mas não a causa, do problema.

Não espere que uma mudança no colchão resolva todos os seus problemas de sono.

Que fatores você deve considerar ao decidir comprar um colchão novo?

Primeiro comece com a idade.

Se o seu colchão tiver mais de 15 anos, dormir em uma cama nova pode ajudar.

Como observado anteriormente, a preferência pessoal é fundamental.

Veja também: 11 Hábitos “Inofensivos” Que Estão Causando Sua Insônia

Embora algumas pessoas achem um colchão firme útil para dores nas costas, a maioria prefere uma superfície mais macia.

Experimente os vários colchões da loja e verifique se eles têm uma boa política de devolução.

O preço maior não garante necessariamente uma melhor noite de sono.

Comprar um colchão de R$50.000 não significa que você terá o melhor sono de todos os tempos.

Siga o que lhe parecer melhor e mais relaxante e lembre-se de que muitas pessoas dormem muito bem em camas baratas.

A maioria das pessoas que dorme bem tende a não se concentrar no ambiente ao seu redor.

Por exemplo, elas dormem bem, apesar dos repetitivos ruídos externos, como aviões, trens e ruas da cidade.

Ruídos repentinos (como trovões) podem acordar as pessoas, mas o ruído noturno consistente não é um problema, pois o dorminhoco acaba se acostumando.

Aqueles que têm insônia crônica tendem a se tornar mais conscientes de qualquer coisa que possa ser uma “ameaça” para dormir bem: o relógio, a luz da TV ou um parceiro que ronca.

Alguém com insônia crônica tende a se concentrar e às vezes fica obcecado com essas ameaças do sono, fazendo com que a pessoa fique acordada até mais tarde devido à ansiedade criada.

Se sua cama é confortável e você não dorme bem, observe outros fatores além da cama antes de gastar muito dinheiro em um colchão novo.

Boas práticas de higiene do sono incluem:

  • Mantenha O mesmo horário para dormir para acordar 7 dias por semana
  • Evite sonecas diurnas
  • Relaxe uma hora antes de dormir com atividades relaxantes
  • Evite refeições grandes antes de dormir, mas faça um pequeno lanche antes de dormir para evitar a fome
  • Não assista o relógio
  • Não se exercite dentro de 3 horas antes de ir para cama. A melhor hora para se exercitar é de 4-6 horas antes de dormir
  • Dormir a uma temperatura de cerca de 20 graus Celsius
  • Use a cama apenas para dormir e sexo
  • Evite líquidos, refeições pesadas, álcool e cigarros dentro de 3 horas antes de dormir
  • Evite cafeína depois das 14:00

Todas essas medidas podem ser úteis para a obtenção de sono profundo, mas não são a cura para a insônia crônica. Se as sugestões acima não ajudarem significativamente a dormir melhor, um médico especializado em terapia cognitivo-comportamental para insônia (TCC-i) pode ser sua melhor aposta. A TCC-i é uma abordagem não farmacológica para o tratamento da insônia, considerada o método padrão-ouro por especialistas em sono. Eu sempre recomendo que os pacientes considerem (ou mesmo tentem) a TCC-i antes de recorrer aos medicamentos, pois muitos pacientes começam a notar melhorias no sono em apenas 2 a 4 sessões.

Sobre o Autor: André Coelho é Psicólogo e Escritor para o departamento de estresse e ansiedade do portal Auto Ajuda Em foco e faz parte do Auto Ajuda Em Foco desde 2012. André trabalhou tratando indivíduos com transtornos da ansiedade, fobias e estresse pós-traumático por mais de 6 anos.

0 comments… add one

Leave a Comment