Há Uma Razão Científica Para O Tinder Ser Tão Viciante E Mais Simples Do Que Você Pensa

Lembro-me como se fosse ontem.

Eu estava no segundo ano da faculdade na festa de um cara mais velho e estava loucamente apaixonada por ele.

Ele era o cara que as pessoas no campus simplesmente conheciam e ele era inteligente, lindo, talentoso e interessante e… tudo bem, você entendeu.

Eu achei que participar da festa dele seria minha grande chance de começar um namoro com ele.

Começamos a conversar (ou melhor, eu tagarelei nervosamente) e, com o passar do tempo, pude sentir minha oportunidade diminuindo.

Esse cara não gostava de mim, ele estava apenas sendo educado, esperando pacientemente que eu terminasse minha divagação.

Vá embora, Laura.

Salve-se antes de cavar ainda mais fundo em seu túmulo.

Foi o que eu fiz.

Veja também: Como Funciona O Tinder: Guia Para Iniciantes

Na verdade, acabei saindo da festa prematuramente porque fiquei horrorizada com a minha conversa incessante e bêbada.

No dia seguinte, minha amiga, que ficou até o fim da festa, me falou que esse cara estava me procurando pelo resto da noite.

Ela disse,

“Ele continuou perguntando onde você estava e por que você foi embora.

Ele estava totalmente na sua!”

Que ótimo.

Eu estraguei a chance que eu nem sabia que tinha.

Isso acontece com bastante frequência.

Não apenas para mim, mas para muitos de nós.

Por quê?

Porque, de acordo com pesquisadores da Universidade do Kansas, os seres humanos são muito, muito ruins em detectar quando alguém está flertando conosco.

Então, talvez ele não esteja apenas sendo educado, ele está realmente interessado no que você tem a dizer… Depois de observar 52 estranhos flertando entre si por 10 minutos, o estudo descobriu que homens e mulheres só sabiam se alguém os admirava 36 e 18% das vezes, respectivamente.

Curiosamente, porém, somos muito melhores em determinar se alguém não está flertando conosco.

Também conhecido como quando estamos sendo divididos por amigos.

Cerca de 80% das vezes, podemos identificar com precisão a falta de interesse romântico da outra pessoa.

Confie em mim, eu sei quando estou sendo abatida.

Não é difícil de reconhecer e geralmente envolve que eu compre minha própria bebida.

Para a segunda parte do estudo, 250 homens e mulheres separados tiveram que assistir os vídeos dos casais e avaliar se estavam ou não flertando.

Surpreendentemente, os resultados não foram muito melhores.

Os homens tiveram uma taxa de sucesso de 38% em pegar pistas de flerte, enquanto as mulheres podiam determinar o flerte em 22% do tempo.

Então, o que isso nos diz?

Prefira o Tinder.

Não há adivinhação alguma lá.

Sobre o Autor: Jacqueline de Jesus é uma escritora e colaboradora do portal Auto Ajuda Em Foco que mora em São Paulo-SP, com seu gato, Robin. Para mais de seu trabalho, clique em seu nome no início do artigo.

0 comments… add one

Leave a Comment