Por Que ‘Boas Moças’ São As Melhores Garotas Para Se Apaixonar

Não Pare De Ser Você!

No feed das redes sociais, é incrivelmente frustrante ver as pessoas que mais odiamos estarem em relacionamentos, especialmente os de longo prazo.

Elas têm personalidades desagradáveis ​​que apenas os homens do inferno podem lidar, porque as mulheres com quem estão namorando os corações gelados os equilibram e criam um “neutro” para eles.

Mas você simplesmente não entende.

Como alguém assim pode encontrar amor, enquanto mais uma vez você é deixada sozinha e de coração partido?

O único conforto que você tem é com seus cobertores e velhos bichos de pelúcia que você não consegue jogar.

“Por que isso sempre acontece comigo?” A pergunta sempre passa pela sua cabeça, mas você não sabe por que.

Vou lhe dizer exatamente o porquê.

VOCÊ É UMA BOA MENINA.

Veja também: 17 Maneiras Fáceis De Ser Uma Boa Namorada Para O Seu Namorado

Boas meninas são vistas como fracas por outras pessoas, em um estado mental frágil, cuja personalidade é mais sensível.

Elas sempre são vistas como aquelas que nunca machucariam alguém, mas aceitam o sofrimento que os outros lhes dão com um sorriso no rosto, porque ela não quer decepcioná-los.

Eles sempre pensam que “você entende”, porque você é uma pessoa compreensiva.

As pessoas pensam porque você é tão legal que você não fará nada maldoso e passará com facilidade por um desgosto.

Mas a verdade é que se eles pensam que você é tão sensível, eles não saberiam que isso te machucaria?

Você vai chorar em segredo e passar o dia inteiro como se estivesse tudo bem, porque você não quer chamar atenção ou simpatia.

Isso é porque você é uma guerreira.

Você não é fraca, você é uma lutadora.

E eles são cegos demais para ver você.

Não importa quantas vezes você possa levar bolada nas costas, traída, decepcionada ou magoada, sempre se levanta do chão.

Quando as pessoas duvidam que você vá seguir em frente ou possa amar novamente após a dor que passou, sua fé na humanidade te mantém.

Veja também: 15 Qualidades De Uma Boa Esposa

Embora, às vezes, você se sinta desencorajada e duvidando que vai encontrar esse tipo de amor que deseja e merece, nunca desistirá desse desejo.

Você se encontrará voltando lá quando estiver pronta e poderá dar tudo de si até encontrar a pessoa que deseja mimar com todo o seu amor e carinho eterno.

Eu sei que é difícil ter esperança de que um cara legal esteja lá fora na sociedade de hoje, especialmente em uma cultura de pegação e em uma geração que se dedica a fabricar seus sentimentos para evitar se machucar ou usar pessoas só para pegação enquanto mantém o que parece um relacionamento.

Mas há um por aí que você encontrará e mudará de ideia.

É difícil superar a noção pré-concebida automática de que ele também será igual ao resto e que esse homem encantador que você conheceu é falso.

Mas você não pode permitir que o desastre causado por outra pessoa afete seu futuro para sempre e impeça que você se mude para alguém melhor.

Mostre ao próximo cara que você não tolerará ser tratada como antes e que espera e merece melhor.

Ninguém disse que boas moças não podiam se defender de maneira respeitosa.

Não seja a boa moça tímida que ele automaticamente pensará que você é.

Seja a boa moça que assume quem é e se orgulha disso.

Continue a reler suas histórias de amor favoritas repetidas vezes para lhe dar calafrios como se fosse a primeira vez que você as leu, acenda suas velas favoritas para dar suas noites aconchegantes uma centelha de excitação e chore a cada final de comédia romântica que você puder assistir porque você ama isso.

Mas o mais importante, continue amando do jeito que você amou antes e nunca pare.

Boas moças sabem amar.

Então aproveite a oportunidade para redefinir o que é ser uma boa moça e mudar a perspectiva de alguém sobre você e o tipo de mulher que você é.

E mesmo que não funcione, você sempre será lembrada por ser uma parceira fantástica e por ser uma boa moça.

Sobre o Autor: Jacqueline de Jesus é uma escritora e colaboradora do portal Auto Ajuda Em Foco que mora em São Paulo-SP, com seu gato, Robin. Para mais de seu trabalho, clique em seu nome no início do artigo.

0 comments… add one

Leave a Comment