Fiz Amor Com Meu Ex Marido E Agora Estou Confusa

“Recentemente, fiz sexo com meu ex-marido.

Nós nos divorciamos tem alguns anos e eu com certeza não quero voltar, mas isso me deixou como confusa porque o sexo foi bom.

Nós cuidamos dos filhos amigavelmente e não quero dizer ou fazer algo para chacoalhar a situação atual.

Esse tipo de coisa acontece com frequência?”

Acontece muito mais do que qualquer um está disposto a admitir.

Dez anos atrás, a pesquisadora Ashley Mason, da Universidade do Arizona, realizou um estudo com homens divorciados e descobriu que quase um quarto deles tinha feito sexo com o ex-cônjuge nos quatro meses anteriores.

Intuitivamente, isso soa como uma má ideia.

Afinal, se você continuar andando para trás, você não pode seguir em frente.

Porém, em 2019, a pesquisadora Stephanie Spielmann, da Wayne State University, examinou o que acontece quando casais que se separam continuam fazendo sexo – mas não continuam a parte do relacionamento.

Surpreendentemente, sua pesquisa sugere que fazer sexo com seu ex não é necessariamente uma barreira para seguir em frente.

Na primeira parte do seu estudo, ela analisou as experiências diárias de pessoas que haviam passado recentemente por uma separação e descobriu que fazer sexo com os/as ex parecia ajudar em vez de atrapalhar seu ajuste psicológico.

Ela então conduziu um segundo estudo e descobriu que as pessoas que estavam tendo dificuldades para se ajustar procuravam sexo com os/as ex como forma de promover proximidade e conexão.

Só que isso não pareceu deixar eles aflitos.

Na verdade, isso os deixou muito mais positivos na vida cotidiana e não atrapalhou sua recuperação do fim do relacionamento.

As pessoas escolhem fazer sexo com um ex por vários motivos.

Mulher confusa porque fez amor com seu ex marido

Obviamente, o sexo é um dos motivos, mas também é uma forma de encontrar conforto em um momento de incerteza.

A maioria das pessoas se divorcia sem nenhuma garantia do que o futuro reserva.

O medo de que o que está por vir possa ser pior do que o que aconteceu antes é exatamente o que impede as pessoas de deixarem casamentos ruins.

Elas passam anos com um pé dentro e outro fora, e quando finalmente fazem a separação, tem uma tentação de se agarrar a algo que parece familiar, independentemente de ser bom para elas.

Obviamente, quando duas pessoas passaram por um divórcio acrimonioso, tem poucas chances de elas terem relações sexuais de novo.

Porém, se você conseguir administrar um rompimento civilizado, sempre vai ter um frisson de possibilidade sexual.

Afinal, vocês compartilharam uma vida, vocês se conhecem intimamente e vocês já fizeram muito sexo antes.

O professor Gurit Birnbaum e o professor de psicologia Eli Finkel explicam esse fenômeno como um estado de “limbo ardente”.

Mulher confusa após ter feito amor com o ex marido dela

Os dois parceiros mantêm alguma atração um pelo outro, mas não estão mais juntos, então a possibilidade de sexo é temperada por uma combinação de acesso reduzido e incerteza em torno do relacionamento.

O divórcio acrescenta algo picante – cria uma mistura única de novidade, familiaridade e ansiedade.

Porém, Birnbaum e Finkel esquecem de mencionar que o estado de limbo ardente é rapidamente extinto assim que um dos parceiros encerra a conexão e forma outro relacionamento.

Nesse ponto a pessoa que fica para trás percebe porque sexo com seu ex nunca é uma boa ideia.

Também não é uma boa ideia se você tiver filhos.

O divórcio é emocionalmente desafiador para as crianças e depois, apenas os muito jovens deixariam de notar a continuidade da intimidade entre os pais deles.

Dar aos filhos falsas esperanças sobre um possível reencontro é injusto porque a chance de isso acontecer é remota e eles passam pela dor do colapso parental duas vezes.

Descubra uma tática instantânea, crucial para ter mais compromisso dele (se você não faz isso, ele tem você por garantida): clique aqui para saber mais

O mesmo pode ser verdade para você.

Se alguma parte de você agora está questionando se o divórcio foi a decisão certa, você precisa ser honesta consigo mesma sobre suas motivações.

Lembre-se de por que você se divorciou em primeiro lugar.

Divorciar uma vez é difícil.

Divorciar duas vezes é tolice.

Sobre o Autor: Lisandra Rocha é Coach de relacionamento especializada em recuperação de ex-namorados e ex-maridos. Ela também ajuda casais com problemas conjugais.

0 Comentários… , adicionar um.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *