A Única Coisa Que Impede Todas As Garotas De Encontrar O Cara Dos Seus Sonhos

Lembra quando ele acidentalmente ligou para você depois daquele horrível fim de namoro?

Por um momento, seu coração começou a bater incontrolavelmente no peito e, de repente, havia esperança de que talvez, apenas talvez, em algum lugar no fundo, ele se sentisse mal pelo que fez.

Esse sentimento, aquele vislumbre de esperança sempre parecem nos manter apegados até o último momento possível.

Ele puxa nossas cordas do coração e é frequentemente a causa de nossa dor contínua muito depois que um relacionamento termina.

Mas por que nos acostumamos a estar lá prontamente disponível em um estalar de dedos?

Na verdade, é simples: acreditamos firmemente em dar uma segunda (ou terceira) chance às coisas.

Sempre parecemos pensar que desta vez as coisas serão diferentes; como de repente tudo o que era um problema antes simplesmente não importa mais.

Quando estamos emocionalmente apegados a alguém, é difícil desistir dessa conexão e voltar a fingir que não nos importamos.

Veja também: Os Caras Que Nunca Se Casam

Pequenas coisas que ele faz também não nos ajudam.

Uma mensagem “e aí?” e uma postagem no Facebook contêm pequenas coisas que se somam ao lembrete constante do que deu errado em primeiro lugar.

Alguém sempre tem vantagem quando se trata de relacionamentos.

Geralmente, há o “que gosta” e o “que recebe o carinho”.

Quem gosta normalmente é aquele que procura um motivo para iniciar uma conversa, enquanto quem recebe o carinho e atenção é aquele que interage de uma maneira que torna impossível adivinhar como ele ou ela realmente se sente.

Com muita frequência, ficamos confusos por causa da maneira como alguém nos parece super afim um minuto e desinteressado no seguinte.

Esses extremos quentes e frios são as maiores razões pelas quais mantemos nossa atenção muito tempo depois que deveríamos.

É compreensível que às vezes os caras não saibam o que querem, o que lhes dá uma razão para serem tão insolentes, mas qual é o sentido de nos deixar esperando por aí?

A resposta é simples: quanto melhor eles tiverem nossas emoções, mais eles saberão que permaneceremos como uma rede de segurança.

Quando finalmente temos a pista de que somos apenas a chamada de backup, começamos o jogo trivial de não nos importarmos.

Começamos a prática de seguir em frente e fingimos que superamos completamente o fato de que ele nos enganou.

Então, depois de um ótimo mês finalmente se sentindo bem e seguindo com nossas vidas, ele perceberá que não estamos mais pensando nele.

É como se essa pequena notificação aparecesse no telefone e do nada, ele ligasse para você.

Ele começa a conversar sobre a família, escola ou o que ele comeu no café da manhã e depois ele joga a bomba: “Oi, vamos nos encontrar como nos velhos tempos, talvez assistir a um filme ou algo assim”.

Veja também: Devo Dar A Ele Uma Segunda Chance Ou Devo Terminar De Vez?

E assim, voltamos a pensar nisso.

Buraco profundo e escuro da desgraça.

Meninas, parem de se apaixonar uma e outra vez.

Em vez de fazer exatamente o que os caras pensam que vamos fazer, faça o oposto.

A única razão pela qual eles se safam desse jogo de mexer sempre com nossas emoções é porque deixamos.

Não estou dizendo que você precisa ser imatura sobre a situação; Só estou dizendo que não aguento mais.

Eu sei que é mais fácil falar do que fazer, mas quem menos se importa normalmente é quem está dando a última risada.

Às vezes você só precisa fazer o que precisa ser feito.

Exclua-o da sua lista de contatos, bloqueie-o no seu feed de notícias ou deixe de seguir ele no Instagram para conseguir o efeito completo.

Vamos ser sinceros: quanto menos você se preocupa com as constantes atualizações da vida dele, maior a probabilidade de você é superar, esquecer e sobressair toda vez.

0 comments… add one

Leave a Comment