Amor Ou Compatibilidade – O Que É Mais Importante Para Um Casamento?

Embora todos nós lutemos pelo ideal às vezes esquivo de amor intenso e apaixonado, na realidade é a compatibilidade que faz um relacionamento dar certo.

O sucesso de um casamento é geralmente medido por sua duração, e os casais que estão juntos há muito tempo são considerados os melhores exemplos de um bom casamento.

Embora inicialmente seja o amor que une um casal, na verdade é a compatibilidade que o mantém, dia após dia, ano após ano.

Todos conhecemos o cenário.

Duas pessoas se encontram, se apaixonam apaixonadamente e então a vida real se instala.

O relacionamento é repleto de brigas explosivas e separações periódicas ou, em outras ocasiões, amor e afeto intensos.

Quando perguntadas por que eles ficam juntos, cada pessoa responde que ama demais o outro para ir embora.

Eventualmente, muitos irão embora, embora a taxa de divórcio não seja de 50% como é comumente citado.

Por Que Compatibilidade?

É claro que o amor por si só não mantém os casais juntos.

Com o tempo, sem algum nível de compatibilidade, alguma forma de reconciliar as diferenças e viver uma vida harmoniosa juntos, o amor inevitavelmente desaparecerá.

Embora a compatibilidade possa fomentar o amor, o amor não necessariamente traz compatibilidade.

Compatibilidade pode significar muitas coisas para pessoas diferentes, mas os elementos básicos incluem valores, ideias, hábitos, preferências, estilos interpessoais e de comunicação que têm muito em comum.

Compatibilidade não significa necessariamente concordar em tudo o tempo todo, mas simplesmente conseguir trabalhar bem em conjunto.

Casais compatíveis podem e irão discutir e brigar, mas a diferença entre o casamento compatível e o de amor/ódio é que o casal compatível geralmente pode encontrar maneiras de reconciliar as diferenças, concordar em discordar ou transigir.

Veja também: O Significado Do Amor – A Verdadeira Definição De Amor

Um Esforço De Equipe

No local de trabalho, tendemos a ter uma definição mais tolerante de compatibilidade.

Dois membros da equipe trabalhando juntos em um projeto se considerariam compatíveis não porque cada uma de suas contribuições fosse exatamente a mesma, mas porque o que cada um oferecia ao produto final era complementar ao que o outro produzia.

É o mesmo em um casamento.

Não precisamos ser cópias carbono de nossos cônjuges para sermos compatíveis.

Isso provavelmente acabaria sendo cansativo e desinteressante.

Em vez disso, um casamento sólido é aquele em que cada parceiro, assim como no local de trabalho, traz algo único e valioso para o relacionamento e o lar.

Mas E O Amor?

Não há sentimento maior do que unir forças com a pessoa com quem você escolheu passar a vida para enfrentar as frustrações e desafios da vida, seja comprar uma casa, criar um filho ou simplesmente comprar mantimentos para a semana.

Por outro lado, ter alguém para compartilhar as alegrias e tristezas da vida, mesmo quando essa pessoa não as vê exatamente como você, é igualmente significativo.

É difícil não sentir amor por uma pessoa que é seu aliado na vida, sua rocha de apoio, sua zona de proteção do mundo exterior, seu professor e seu mentor e, finalmente, seu melhor amigo.

Busque a verdadeira compatibilidade e o amor o seguirá sem questionar.

Sobre o Autor: Cristiane Lima é especialista em namoro e relacionamentos, trabalha com mulheres para orientá-las a encontrar o homem certo e o relacionamento com o qual sempre sonharam.

0 comments… add one

Leave a Comment