11 Sinais Que Você Pode Ter Transtorno de Ansiedade

Todo mundo fica nervoso ou ansioso de tempos em tempos – ao falar em público, por exemplo, ou quando está passando por dificuldade financeira.

Para algumas pessoas, porém, a ansiedade se torna tão frequente, ou tão forte, que começa a tomar conta da vida delas.

Como saber se a ansiedade normal do dia a dia ultrapassou os limites e se transformou em transtorno? Não é fácil.

A ansiedade vem em diferentes formas – tais como ataques de pânico, fobias, ansiedade social… e a distinção entre um diagnóstico oficial e ansiedade “normal” não está sempre muito claro.

Abaixo estão 11 sinais que sua ansiedade virou transtorno e buscar ajuda com os tratamentos disponíveis pode ser necessário:

1- Preocupação Excessiva

A marca do transtorno da ansiedade generalizada (TAG) – o tipo mais amplo da ansiedade – é se preocupar demais com as coisas do dia a dia, grandes ou pequenas. Mas o que significa “demais”?

No caso do transtorno da ansiedade generalizada, significa ter pensamentos ansiosos persistentes em quase todos os dias da semana, por seis meses. E a ansiedade tem que ser tão forte a ponto de interferir no seu dia-a-dia e estar acompanhada de sintomas notáveis, como fatiga.

“A distinção entre transtorno da ansiedade e ansiedade normal é se suas emoções estão causando muito sofrimento e disfunção”, diz Sally Winston, PhD, co-diretor do transtorno da ansiedade e estresse do instituto de Maryland-EUA.

2- Problemas de sono

Dificuldade em adormecer ou manter o sono está associado a uma ampla gama de condições de saúde, tanto físicos como psicológicos. E, claro, não é incomum ficar girando e tossindo em antecipação à um discurso importante ou entrevista de emprego.

Mas se você encontrar-se frequentemente deitado e acordado, preocupado ou agitado com problemas específicos (como dinheiro), ou nada em particular – pode ser um sinal de transtorno da ansiedade.

Segundo algumas estimativas, Metade de todas as pessoas com transtorno da ansiedade generalizada experimentam problemas com sono.

3- Medos Irracionais

Alguns casos de ansiedade não são generalizados, pelo contrário, está ligada à alguma situação ou coisa, como voar, animais ou multidões.

Se o medo se torna opressivo, disruptivo e muito fora de proporção do real risco envolvido, então é um sinal de fobia.

Apesar das fobias serem incapacitantes, elas não são óbvias à todo instante. De fato, elas não podem vir à tona até que você enfrente uma situação específica e descobre que você é incapaz de superar o seu medo. “Uma pessoa que tem medo de cobras pode passar anos sem ter problema”, diz Winston. “Mas, de repente, seu filho quer ir acampar, e eles percebem que precisam de tratamento.

4- Tensão muscular

A tensão muscular quase constante, quer se trate de apertar sua mandíbula, tensionando os punhos, ou flexionando os músculos por todo o corpo, muitas vezes acompanha os transtornos de ansiedade. Este sintoma pode ser tão persistente e generalizado que as pessoas que viveram com isso por um longo tempo pode parar de perceber depois de um tempo.

O exercício regular pode ajudar a manter a tensão muscular sob controle.

Pdf grátis: 3 coisas que você está fazendo agora que está piorando sua ansiedade e pânico. E como resolver em 2 dias.

5- Indigestão crônica

A ansiedade pode começar na mente, mas muitas vezes se manifesta no corpo através de sintomas físicos, como problemas digestivos crônicos. Síndrome do intestino irritável (IBS), uma condição caracterizada por dores de estômago, cólicas, inchaço, gases, constipação e / ou diarreia, “é basicamente uma ansiedade no trato digestivo”, diz Winston.

IBS nem sempre está relacionada com a ansiedade, mas os dois ocorrem frequentemente em conjunto e podem piorar. O intestino é muito sensível ao estresse psicológico, e vice-versa, o desconforto físico e social dos problemas digestivos crônicos pode fazer uma pessoa sentir-se mais ansioso.

6- Medo de falar em público

A maioria das pessoas sentem pelo menos um frio na barriga antes de abordar um grupo de pessoas ou estar no centro das atenções. Mas se o medo é tão forte que nenhuma quantidade de treinamento ou prática vai aliviá-lo, ou se você gasta muito tempo pensando e se preocupando com isso, você pode ter uma forma de transtorno de ansiedade social (também conhecido como fobia social).

As pessoas com ansiedade social tendem a se preocupar por dias ou semanas antes de um determinado evento ou situação. E mesmo se elas conseguirem passar pela situação, elas tendem a ficar profundamente desconfortáveis e ficar pensando por um bom tempo depois sobre como elas foram julgadas pelas outras pessoas.

7- Autoconsciência

Transtorno de ansiedade social nem sempre envolve falar para uma multidão ou ser o centro das atenções. Na maioria dos casos, a ansiedade é provocada por situações do cotidiano, como puxar conversa em uma festa, ou beber e comer em frente até mesmo de um pequeno número de pessoas.

Nestas situações, as pessoas com transtorno de ansiedade social tendem a se sentir como se todos os olhos estão voltados para elas, e elas muitas vezes ficam vermelhas, tremem, tem náuseas, suam ou tem dificuldade para falar. Estes sintomas podem ser tão perturbadores que eles tornam difícil conhecer novas pessoas, manter relacionamentos, e progredir no trabalho ou na escola.

8- Pânico

Ataques de pânico podem ser assustadores. Imagine uma sensação repentina de medo extremo que pode durar vários minutos, acompanhados por sintomas físicos assustadores como aperto na garganta e peito, coração acelerado, mãos frias, tontura e fraqueza, dores no estômago e no peito.

Nem todo mundo que tem um ataque de pânico tem um transtorno de ansiedade, mas as pessoas que os experimentam repetidamente podem ser diagnosticados com transtorno de pânico. Pessoas com transtorno do pânico vivem com medo sobre quando, onde e por que seu próximo ataque pode acontecer, e elas tendem a evitar lugares onde os ataques ocorreram no passado.

Estas lições poderosas vão deixar você autoconfiante para dirigir, voar, viajar ou falar em público.

9- Flashbacks

Reviver um evento traumático – um assalto, morte repentina de um ente querido – é uma marca do transtorno do estresse pós-traumático, que compartilha algumas características do transtorno da ansiedade.

Mas flashbacks podem ocorrer em outros tipos de ansiedade também. Algumas pesquisas, incluindo um estudo de 2006 no Jornal dos Transtornos de Ansiedade, sugere que algumas pessoas com ansiedade social tem flashbacks do tipo pós-traumático, mas de experiências que não são obviamente traumáticas, como ser ridicularizado publicamente. Estas pessoas podem até evitar lembrar da experiência.

10- Perfeccionismo

A mentalidade obsessiva conhecida como perfeccionismo “anda de mãos dadas com transtornos de ansiedade”, diz Winston. “Se você está constantemente a julgar a si mesmo ou você tem um monte de ansiedade antecipatória de cometer erros ou aquém de suas normas, então você provavelmente tem um transtorno de ansiedade.”

Perfeccionismo é especialmente comum no transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), que, como o estresse pós-traumático, tem sido visto como um transtorno de ansiedade. “TOC pode acontecer sutilmente, como no caso de alguém que não pode sair de casa durante três horas, porque a maquiagem tem que estar absolutamente impecável”, diz Winston.

11- Comportamento compulsivo

Para ser diagnosticado com transtorno obsessivo-compulsivo, os pensamentos obsessivos e intrusivos de uma pessoa devem ser acompanhados de comportamento compulsivo, seja mental (dizendo-se: Vai dar tudo certo repetidamente) ou física (lavar as mãos, endireitando itens, etc).

Pensamentos obsessivos e comportamento compulsivo se tornam ansiedade quando a necessidade de terminar o comportamento – também conhecido como “rituais” – começa a controlar sua vida, diz Winston. “Se você gosta do seu rádio no volume 3, por exemplo, e ele quebra e fica parado no volume 4, você entraria em pânico até consertar o rádio”?

1225 comentários… add one
  • minha irmã acordou a noite com medo de nada, começou a tremer, e depois no outro dia ela estava fazendo prova na sala de aula e começou a tacar as coisas no chão, e socar a parede, podem explicar o por quê?

  • Olá pessoal
    Sofro desse mal tenho aceleração
    Dor no peito
    Sinto medo de morrer
    Qualquer coisa já penso que tenho uma doença ruim
    Aparece do nada essas crises
    Em mim aparece a noite durante o dia fico boazinha mas quando chega a noite
    Pra mim e um pesadelo
    Coração dispara demais
    Dor no peito
    Falta da ar
    Penso que já vou morrer
    Tenho pensamentos ruins tipo
    Meu Deus minha mae meu pai vai morrer
    Que a qualquer momento posso receber uma.notícia ruim
    Já fiz exames do coração e não deu nada
    Meu cardiologista passou remédio
    Quando tomo.me sinto otima
    Mas não quero ficar dependente de remédio
    Um tempo desse tive uma crise sai como uma louca de madrugada da minha casa pra casa do meu pai dizendo que estava tendo um infarte
    Quando cheguei lá o médico disse que era ansiedade
    E muito ruim sobre desse mal

  • Boa noite pessoa sofro desse mal
    E horrível em mim as crises são a noite
    Sinto aceleração no coração
    Falta de ar
    Dor no peito
    Penso que já vou morrer
    Infelismente passo por isso
    Um dia me deu uma crise que sair na. Rua de Madruga caminhado sozinha indo pra. Casa do meu pai dizendo que estava tendo um.infarto
    Cheguei na urgência me examinaram e disse que. Infarte não eram
    O médico disse que era nervos ansiedade que eu procurasse um
    Psiquiatra
    Tenho medo de perder o controle
    Medo de morrer
    De perder meus filhos
    De perder meus pais
    Já penso qualquer doença já não tem mais cura ja imagino o pior
    Tenho várias crises
    Meu Deus queria me livrar desse mal
    Fiz vários exames do coração e não a nada
    Mas vou fazer outros

  • Sinto que minhas costela estão lamentando que eu tô morrendo sinto ataque cardíaco fasso exame de tudo e não dá nada eu estou a ponto de eloquecer sinto como se meu pulmões estivesse crescendo e eu vou morrer eu parei de fumar faz dias

  • Eu não sei oque tenho, sei que meus sintomas são muitas aflições que acontecem a todo momento e muitas das vezes não consigo nem falar com as pessoas por causa dessas aflições e arrepios, é como se estivesse alguém riscando um giz no quadro ou um garfo no prato…

  • Bom dia,
    Desde de dezembro 17 , q iniciou a crise de pânico e ansiedade, eu tenho tentando sair desta, depois foram várias crises, janeiro fevereiro e março, tomei dois remédios diferentes, sertralina e escitalopram, horrível, fiz o desmame e com grandes efeitos colaterais, comecei psicólogo e tratamentos naturais, melhorei 80%, prático peteca, natação e bicicleta, mas com tudo isto Ainda me sinto apreensivo no dia a dia, não consigo normalizar o meu eu, sempre fui alegre, comunicativo, e enturmava tranquilamente, hoje eu evito, tenho sensações ruins, como ontem, fui para um bar com Minha esposa e meu sobrinho (34), passando 10 minutos, comecei a passar mal, tontura , sensação esquisita que eu iria desmaiar, mesmo relaxado tomando uma cerveja e companhias agradevel, eu fiquei torcendo para a hora passar rápido para irmos embora, não comentei e me segurei , tenso e infeliz, isto tem acontecido com frequencia e venho nem segurando com dificuldades para não perceberem, mas a qualidade de viver tá horrível, outro sintomas é o formigamento no braço esquerdo que já fui no médico para checar, é tudo normal, fiz vários exames, é graças a Deus tudo normal, mas o meu cérebro não tem ajudado , este órgão é o mais difícil se normalizar, sou ante remédio, detesto, mas preciso acabar com este sintomas e voltar ser eu , meu psicólogo disse que eu preciso achar algo que me faça bem, sair de casa com vontade de ir, com vontade de ficar, porque lá tá bom, teoria é fácil , tenho (50), mudar nesta altura, não vejo o que me faz sorrir, que me faz com que eu possa ir com satisfação, hoje vou por obrigação para minha empresa, mas ñ feliz. Acima de tudo , preciso resolver a situação de estar bem onde for , atualmente tá difícil , venho tentando me desligar, estou fazendo meditação por conta própria , melhora, mas não o suficiente, preciso saber ou descobrir como para com este sintomas de quando vou sair e quando chego, 10 minutos depois vem a crise. Fiquem com Deus e obrigado a todos, lutar sempre, a felicidade o sorriso é tudo saúde a todos.

  • Bom dia,
    Desde de dezembro 17 , q iniciou a crise de pânico e ansiedade, eu tenho tentando sair desta, depois foram várias crises, janeiro fevereiro e março, tomei dois remédios diferentes, sertralina e escitalopram, horrível, fiz o desmame e com grandes efeitos colaterais, comecei psicólogo e tratamentos naturais, melhorei 80%, prático peteca, natação e bicicleta, mas com tudo isto Ainda me sinto apreensivo no dia a dia, não consigo normalizar o meu eu, sempre fui alegre, comunicativo, e enturmava tranquilamente, hoje eu evito, tenho sensações ruins, como ontem, fui para um bar com Minha esposa e meu sobrinho (34), passando 10 minutos, comecei a passar mal, tontura , sensação esquisita que eu iria desmaiar, mesmo relaxado tomando uma cerveja e companhias agradevel, eu fiquei torcendo para a hora passar rápido para irmos embora, não comentei e me segurei , tenso e infeliz, isto tem acontecido com frequencia e venho nem segurando com dificuldades para não perceberem, mas a qualidade de viver tá horrível, outro sintomas é o formigamento no braço esquerdo que já fui no médico para checar, é tudo normal, fiz vários exames, é graças a Deus tudo normal, mas o meu cérebro não tem ajudado , este órgão é o mais difícil se normalizar, sou ante remédio, detesto, mas preciso acabar com este sintomas e voltar ser eu , meu psicólogo disse que eu preciso achar algo que me faça bem, sair de casa com vontade de ir, com vontade de ficar, porque lá tá bom, teoria é fácil , tenho (50), mudar nesta altura, não vejo o que me faz sorrir, que me faz com que eu possa ir com satisfação, hoje vou por obrigação para minha empresa, mas ñ feliz. Acima de tudo , preciso resolver a situação de estar bem onde for , atualmente tá difícil , venho tentando me desligar, estou fazendo meditação por conta própria , melhora, mas não o suficiente, preciso saber ou descobrir como para com este sintomas de quando vou sair e quando chego, 10 minutos depois vem a crise. Fiquem com Deus e obrigado a todos, lutar sempre, a felicidade o sorriso é tudo saúde a todos. Estou aberto a qualquer comentário .

  • Gente todos os sintomas de ansiedade está virando rotina em mim, principalmente no meio do meu sono. Muitos gases, falta de ar, coração acelera e medo. Ja tive a anos atras e agora voltou mas está demorando ir embora pq é todo dia , não sei o que é dormir. Ja fui socorrida e ao chegar lá pressão ok e tudo ok. Apenas me passam calmantes …tomo passa mas volta tudo de novo.

  • Eu tenho TAG e fico o dia todo pensando em problemas e morte.Sempre acho que estou com alguma doença grave e isos ta acabando cmg.Tenho hipocondria.A cabeça doi e vc se sente doente mas é coisa da cabeça e ansiedade.

  • Olá, pessoal!
    Tenho crises de ansiedade à pouco tempo
    Mas é horrível do mesmo jeito
    Passo o dia achando que terei um problema que me levará a morte
    A noite tenho falta de ar
    Aperto no peito
    Eu sempre acho que tenho algum problema cardíaco…

  • Vai tomar no seu cu

  • Do nada eu sinto falta de ar fico nervoso meu olho querendo fecha parece que vou desmaiar penso que tenho alguma doença parece que vou morrer isso acontece às vezes a noite e no outro dia fico com um peso no coração fico meio mal ainda tenho 19 anos e isso veio acontecer faz um mês na primeira vez fiquei muito nervoso com falta de ar parecendo que ia desmaiar parecendo que ia ter um ataque cardíaco que o morrer vomitei fiquei com uma dor atrás da cabeça perto da nunca fiquei com
    Sonolência não queria fazer mais nada nem sair de casa jogar uma bola
    Com os amigos fiquei uma semana só em casa Aí depois voltei a fazer oque fazia normalmente sentia nada mais aí agora voltou quero ajuda por favor não sei oque faço

  • Tudo que eu tenho, seja uma doença, uma mancha, uma gripe ou até mesmo uma bolinha eu já fico pensando que é câncer, que eu vou morrer, eu nunca fasso exames pois tenho muito medo de eu ter alguma doença sem cura… Se eu tiver uma dor de cabeça eu já acho que estou com um tumor cerebral. Ando na rua me contorcendo tentando me esconder porque para mim parece que todos estão olhando para mim, botando defeitos e pensando o quão feio eu sou. Já faz quase 2 anos que eu comecei a muchar minha barriga para que quando alguém olhar para mim não me achar gordo, e eu me sinto horrível se eu parar de muchar ela. Todos sempre falaram que eu era muito bom mesmo em basquete, que eu deveria passar por algum teste para entrar em algum time, e eu fico mentindo para eles falando que não tenho vontade quando na verdade oque tenho é medo de ser recusado e meus pais ficarem achando que sou um lixo. Não tenho para quem pedir ajuda, pois tenho certeza que se eu me abrisse com meus pais eles iriam falar que é frescura da minha parte é que eu deveria virar homem. Eu choro muito porque na sala de aula eu acho que ninguém gosta de mim, acho que por culpa minha já que eu procuro não fazer amigos com medo de eles me acharem burro, gordo, feio, apesar que todos com quem já troquei algumas palavras falam que sou lindo, forte e no teste de QI eu tirei 137 oque fez a professora ficar impressionada, mas para mim todos estão mentindo. Eu tento enganar a todos com falsos sorrisos, falando que está tudo bem, quando por dentro eu estou gritando ” por favor só me deixa ir embora!!!”. Esses dias uma garota que já gostava a um tempo veio pedir para ficar comigo, e oque eu fiz? Eu simplesmente travei de tanto medo que fiquei e automáticamente ignorei ela… Eu gostava muito dela, e não sei porque eu simplesmente não disse sim. Acho que ela deve me odiar agora. A 5 anos atrás eu sem querer deixei o portão aberto e meu cachorro escapou, depois disso com medo que ele escapasse outra vez eu sempre verifico umas 3 vezes antes de sair, e se caso eu tiver verificado só duas vezes, mas eu só perceber isso uns 2 km da minha casa, eu vou ficar me remoendo com pensamentos de que o portão está aberto e de que meu cachorro vai fugir. Eu só consegui desabafar aqui pois sei que vou ficar no anonimato, obrigado a quem leu.

  • Oi, Jonathan!
    Eu entendo perfeitamente tudo o que você relatou porque eu também sinto tudo isso e sei o quanto é angustiante. Eu procurei ajuda de um psiquiatra e de um psicólogo e agora estou me sentindo melhor. Sei que é muito difícil falar para qualquer pessoa sobre esses sentimentos, mas você precisa fazer isso e um psicólogo é a pessoa mais indicada para isso porque ele é capaz de entender o que você sente e te ajudar. Você precisa vencer o medo e falar tudo porque ele não vai te julgar, ele está acostumado a tratar pessoas que tem esses mesmos problemas que você. Muita gente se sente assim, mas como as pessoas se sentem mal em conversar sobre seus medos e sentimentos ruins, nós achamos que só nós passamos por isso e ficamos guardando esses sentimentos só para nós com medo do que as pessoas vão pensar. Se você quiser conversar, peça meu e-mail por aqui. Espero ter te ajudado. Fique com Deus!

  • Sempre que alguém me chama pra sair ou até mesmo fala que vem me ver fico a todo instante anciosa para que o horário marcado chegue logo,e,se por acaso,o que foi marcado comigo não der certo começo a imaginar que a pessoa esqueceu de vir aki ou simplesmente não queria sair comigo,fico me sentindo sozinha como se as pessoas não se importassem comigo! Mas quando acontece de eu sair com a pessoa eu converso com ela,ela me explica os motivos de não ter dado certo e no momento eu me acalmo fico bem! Mas se marcarmos um outro encontro e não der certo,a pessoa não me avisar o porquê logo,eu fico do mesmo jeito anciosa,pensando que a pessoa me esqueceu ou simplesmente não gosta de mim! Como eu posso me livrar dessa ansiedade e essa insegurança que eu tenho??? 😟

  • Boa noite,comecei a sentir os sintomas do nada me sinto triste e amedrontada,medo de que algo de ruim aconteça comigo ou com meus familiares,tenho orado e confio que Deus irá me tirar dessa.

  • Eu não sei mais o que fazer…
    Sempre tive ansiedade, passei por várias crises terríveis, sempre acho que tenho alguma doença grave , sempre acho que tem algo de errado com meu coração.
    Fico apreensiva o dia inteiro, penso em morte o tempo todo, não consigo ser positiva, qualquer coisa que eu faça no dia que saia da minha rotina, já fico com pensamento que vou morrer, por isso estou fazendo aquilo.
    Agora estou na fase de me auto examinar o tempo todo, acho q tenho câncer de mama, fico apertando meus seios para ver se sai algo, procuro nódulos, é terrível, nunca relaxo… Nunca estou feliz.
    Fico pensando que nao vou ver meus filhos crescer, que não vou conseguir realizar meus planos.
    Sou maquiadora, amo meu trabalho… Mais tenho me sentido sem ânimo.
    Quero tirar essas angústias de mim…
    Esse medo….
    Essa coisa estranha no meu coração.
    Quero ser normal 😭😭😭😭😭😭😭

  • Oi.
    A ansiedade começou depois de um acidente que sofri.
    Passei vários meses muitooo mal , sem saber o q era. Tinha medo até de tomar banho com a porta trancada.
    Graças a Deus achei um médico que acertou um remédio. Hj Tomo Citalopram, estou muito bem .
    Mas o remédio não age sozinho , preciso fazer atividades físicas , academia.

  • Ola, vim atrás de ajuda e achei por aqui histórias idênticas as minhas, pois sempre achei que estava ficando louca, mais não ,anciedade existe e sofro com ela ah mais de um ano.Tive a primeira crise estava gravida de 5 meses, achei que ia morrer, mais no hospital não deram a minima e me passaram calmante, não sabia o que eu tinha ate que meu medico do alto risco da gestação me passou certralina, mais nunca resolveu, discobri que sofro de Ansiedade , tive muitas crises, no inicio era o dia inteiro eu não dormia , meu coração acelerava, peito doia, falta de ar agonias, ate hoje acho q vou morrer qualquer hora, tenho medo da morte, medo de dormir e não acordar mais. Hoje faço minhas obrigações normais durante o dia tranquilamente mais quando é a hora de dormir é terrível, sofro muito, quando começo a pegar no sono acordo com um susto, acho que vou ter uma parada cardíaca qualquee hora, Pedir ajuda a uma pisicologa no caps ela disse que eu era muito nova pra tomar remédio, e que eu devia tratar fazendo yoga, meditação, caminha, mais sou dona se casa mae de duas crianças pequenas e não tenho tempo para isso, preciso de ajuda e não sei mais o que fazer ,quero voltar a dormir sem medo, só isso que me afeta.

  • Sinto dores no peito quando respiro, quando abaixo, isso já faz alguns anos. É uma dor que passa por alguns dias ou meses, e voltam mais intensas. É horrível, já fiz exames de ECG, Raio X, etc etc. E os médicos olham pra minha cara e falam, você não tem nada! Aaaaaaaaaaaah se eu não tenho nada porque essa dor insuportável no meu peito que parece que vai abrir ou sair pela boca. Queria ser normal 😢😢😢 sem crises, sem medos e sem dor

  • Eu sinto as vezes. Como.se alguma coisa muito.ruim fosse acontecer, um medo tão grande q me consome , como.se estivesse fazendo alguma coisa de errado e estivesse prestes a ser pega, perco a fome e sinto um desconforto enorme, sem contar q minhas pernas e mãos não param de tremer. O q seria isso ?

  • Eu tenho medo de coisas pequenas tipo nada mas eu me preucupo e além do mas quase não durmo

  • Toda vez que me envolvo em uma discussão ou tenho emoções muito extremas meu coração acelera, sinto minhas pernas fracas e eu começo a chorar muito tanto que mal consigo respirar.

  • Fui ao psiquiatra e disse a ele que sinto sentimentos muito ruim e choro muito, da aquela vontade de sair por aí sem rumo. O que será isso?

  • Tenho a mesma coisa Ketelyn ardencia na cabeca e muito mal estar e indigestão após comer fora os outros sintomas

Leave a Comment